©2019 by Só Mais Um Capítulo. Proudly created with Wix.com

  • Daiane

Especial Setembro Amarelo: [Resenha] Por Lugares Incríveis | Jennifer Niven

Atualizado: Fev 7


DOIS JOVENS PRESTES A ESCOLHER A MORTE DESPERTAM UM NO OUTRO A VONTADE DE VIVER.

Quando Theodore Finch conhece Vielet Markey em circunstâncias nada usuais, surge uma amizade única entre os dois. Cada um com seus próprios traumas e sofrimentos, eles se juntam para fazer um trabalho de geografia e acabam descobrindo muito mais do que os lugares incríveis no estado onde moram: a vontade de salvar um ao outro e continuar vivendo.

Por lugares incríveis é um livro simplesmente extraordinário. Finch é um garoto que toca guitarra e canta e faz o que bem entende, por este último, está a um passo da expulsão. Sofrendo com um pai violento que os abandonou, Finch tem apagões que duram dias, semanas, onde ele não se lembra de nada que ocorreu. Violet Markey é uma garota popular, fazia parte da orquestra, do grêmio estudantil, tinha o namorado perfeito, porém, em um triste acidente, sua irmã, Eleanor, morre, o que faz com que Violet, que usa os óculos da irmã como uma lembrança, desista de tudo e passe a contar os dias até a formatura para poder deixar a cidade e tudo para trás.

Finch pesquisa a respeito de várias formas de morte, o que o leva para a torre do sino da escola para "ver" qual a sensação. Violet não quer mais viver, então vai ao mesmo lugar para cometer suicídio. Finch, ao percebê-la ali, ajuda-a a sair de lá, porém, por ele ser conhecido como "aberração", é Violet quem ganha o título de heroína por ter salvado Theodore Aberração de pular; ele não dá importância para isso, afinal sempre será o Finch Aberração mesmo. Mas, a partir daí, algo muda.

"--- Então não foi hoje -- canto --, porque ela sorriu pra mim."

Na classe de geografia, o professor propõe um projeto onde duplas devem visitar lugares diferentes de onde vivem, então Finch faz dupla com Violet e, surge uma amizade improvável e maravilhosa. Finch, tem uma visão extraordinariamente incrível sobe coisas simples, em seu quarto, na parede, ele possui palavras e trechos que gosta e acha interessante.

"---- Obelisco?
---- É minha palavra preferida.
---- Sério?
---- Uma delas, pelo menos. olha pra ela. --- Eu olho. --- É uma palavra direta, íntegra, poderosa. Única, original e meio furtiva porque não parece ser o que é. É uma palavra que surpreende e faz a gente pensar Ah, então tá. Exige respeito, mas também é modesta. Não como 'monumento' ou 'torre'. --- Ele balança a cabeça. --- Imbecis pretensiosas."

Os jovens encontram no outro um motivo para viver, para ser feliz e começam uma jornada pelos lugares incríveis de Indiana. Violet e Finch tem uma relação que se mostrará surpreendente e, ao mesmo tempo, de partir corações.

Eu li Por lugares incríveis em apenas dois dias e me surpreendi com a narrativa, que prende do começo ao fim, me emocionei, mexeu com meus pensamentos e me deu uma nova visão a respeito da vida. As personagens são incríveis e têm personalidades únicas e espetaculares, de um lado Finch com suas várias versões de si mesmo, com a aversão aos "rótulos" impostos pela sociedade; por outro Violet, a garota que está fragmentada interiormente mas ninguém percebe. Jennifer Niven vem em seu livro falar um pouco sobre o suicídio, uma questão tão delicada mas que precisa ser discutida, ela expõe a vida de uma pessoa com sinais de depressão e que, muitas vezes, não recebe a atenção necessária. É um livro maravilhoso, vale a pena se encatar com Violet e Finch, se apaixonar por suas aventuras e se emocionar com um final avassalador.

⚠️Atenção: o livro pode conter gatilhos⚠️

"A cada quarenta segundos, alguém no mundo se suicida. A cada quarenta segundos, quem fica tem de lidar com a perda.

[...]

Muitas vezes transtornos mentais e emocionais não são diagnosticados porque as pessoas com os sintomas sente vergonha, ou porque as pessoas próximas não conseguem ou escolhem não reconhecer os sinais.

[...]

Se você acha que algo está errado, fale.

Você não está sozinho.

Não é sua culpa.

Existe ajuda para você."

Texto retirado de Notas da Autora, em Por lugares incríveis.


"O suicídio é uma grande questão de saúde pública em todo o país. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS, 2014), é possível prevenir o suicídio, desde que, entre outras medidas, os profissionais de saúde, de todos os níveis de atenção, estejam aptos a reconhecerem os fatores de risco presentes [...]"


Visite Fisio Saúde e saiba mais sobre o suicídio.

Só Mais Um Capítulo em parceria com Fisio Saúde.


image by somaisumcapitulo.com/ with the colaboration of Julia Duarte (copyright image-sunflower)

Título original: All the Bright Places

Autora: Jennifer Niven

Número de páginas: 336

Gênero: ficção juvenil

Editora: Seguinte

Sinopse: Violet Markey tinha uma vida perfeita: amigos populares, um namorado lindo, um futuro estudando escrita criativa em Nova York e várias ideias para a revista on-line que dividia com sua irmã, Eleanor. Mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando as duas sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pela morte da irmã, Violet para de escrever, se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente.

Theodore Finch encarna um personagem diferente a cada semana ---- Finch anos 80, Finch Fodão, Finch Largado ---- e sempre faz o que dá na telha. Essa personalidade imprevisível não raro acaba lhe trazendo problemas e logo ele se torna o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e chamado de "aberração" por onde passa. Para piorar, o garoto é obrigado a lidar com longos períodos de depressão, um pi violento e a apatia do resto da família.

Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora e o luto que sente pela ausência da irmã, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre do sino da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do lugar onde moram. Eles vão até o ponto mais alto de Indiana, a um parque de bibliotecas que funcionam dentro de trailers, a uma lagoa que dizem não ter fundo, a montanhas-russas construídas por um senhor viciado em adrenalina, entre vários outros lugares grandiosos e pitorescos. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.



This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now