©2019 by Só Mais Um Capítulo. Proudly created with Wix.com

  • Daiane

[Resenha] A Rainha Vermelha | Victoria Aveyard

Atualizado: 3 de Ago de 2019

Sinopse:

O povo de Norta não conhece a paz. Seus habitantes de sangue vermelho estão acostumados a trabalhar para sustentar a elite prateada e a guerra que ela empreende contra os reinos vizinhos há muitos anos. Os prateados, por sua vez, são os únicos beneficiários do confronto da capital, aproveitando-se dos recursos gerados pelo trabalho vermelho e raramente dando as caras na linha de combate. Isso porque, ao contrário das pessoas comuns, eles têm poderes especiais --- como manipular o fogo, controlar o clima e ler a mente dos outros.

Mare Barrow pertence a uma família vermelha que vive em Palafitas, um vilarejo muito pobre. Ao contrário de sua irmã, que aprendeu o ofício de costureira, Mare passa os dias roubando para ajudar a família; assim, por não ter uma ocupação, quando completar dezoito anos será mandada para servir o Exército. As chances de sair viva dali são mínimas, então ela passa os dias tentando encontrar um jeito de evitar esse destino.

A ajuda vem de um lugar inesperado: um encontro casual com um jovem misterioso garante a Mare um emprego como criada no palácio de verão do rei. E logo no primeiro dia ela tem que trabalhar na Prova Real, evento em que jovens representantes das Grandes Casas nobres demonstram seus poderes para serem escolhidas como próxima princesa. No meio do evento, porém, Mare sofre um acidente e o que a salva é um poder que jamais imaginou possuir --- afinal, seu sangue é vermelho.

Para ocultar essa impossibilidade,o rei a obriga a assumir um papel de uma nobre prateada de uma Casa extinta. Antes presa à sua condição miserável, agora Mare está atada ás intrigas da realeza e vai conhecer os dois príncipes, cujas personalidades não poderiam ser mais diferentes. Um é o herdeiro perfeito, decidido e comprometido com suas obrigações; o outro sempre fica nas sombras, tímido e reservado. Mas, como todos ali, os dois jovens encontram seus próprios segredos...

A Rainha Vermelha é um livro simplesmente surpreendente. Nós viajamos para um mundo onde, no reino, as pessoas são divididas pela cor de seu sangue. Por um lado, os de sangue vermelho, que trabalham e vivem na pobreza; de outro, os de sangue prateado, que possuem poderes, são a elite.

"Esta é a verdadeira distinção entre prateados e vermelhos: a cor do sangue. Esta única diferença os torna mais fortes, mais inteligentes e melhores que nós."

Nossa protagonista é Mare Barrow, uma vermelha que rouba para ajudar sua família. Seu melhor amigo chama-se Kilorn Warren, ele, diferente de Mare, tem um emprego como ajudante de um pescador. Os vermelhos que não possuem emprego são obrigados a entrar, ao completarem 18 anos, no Exército que luta na fronteira entre Norta e Lakeland, o famoso Gargalo, um lugar onde é difícil sair depois que se entra. Mare luta para evitar este destino que se torna cada vez mais próximo. Até que, em uma noite de roubo, acaba sendo surpreendida por um homem misterioso que arranja para que ela tenha um emprego no Palácio de Verão do rei, algo que, à princípio, parecia algo bom, até que sua vida muda drasticamente quando, na Prova Real (onde, por meio de demonstração de poder, será escolhida a próxima princesa de Norta), Mare sofre um acidente que seria fatal, caso ela não tivesse poderes... Mas, como uma simples vermelha pode ter poderes?

"O que está acontecendo comigo?
O que eu sou?"

O rei, para contornar a situação e evitar caos, faz com que Mare, agora Lady Mareena Titanos, assuma um lugar no Palácio como uma prateada de uma Casa extinta. Mare terá que se adaptar aos desafios da corte e evitar causar problemas, pois agora tudo está em jogo, com uma rainha capaz de ler mentes e muitos inimigos obstinados a descobrir a verdade sobre a prateada perdida, um passo em falso pode significar sua vida.

Em meio ao tumulto, ela conhece os dois príncipes de Norta, duas pessoas totalmente diferentes, um é a chama, o outro escuridão, a sombra. Mare só sabe de uma coisa, não pode confiar em ninguém.

Em uma trama bem desenvolvida cheia de mistérios e reviravoltas, Victoria Aveyard vai nos levar à vida de Mare, pela corda bamba em que ela está envolvida. No mundo dos prateados, não se pode confiar em ninguém, todos guardam seus próprios segredos e farão de tudo para mantê-lo bem guardado. Em meio a essa situação, surge a Guarda Escarlate, uma organização contra o governo com a finalidade de acabar com as desigualdades entre os sangues. O caos está se instalando, medidas precisam ser tomadas. O único problema é que não se pode confiar nas aparências, afinal "todo mundo pode trair todo mundo" será preciso "dividir para conquistar". Qual será o papel de Mare em toda essa história? A Rainha Vermelha traz, com uma linguagem de fácil entendimento e uma narrativa envolvente, as intrigas do reino.


Título original: Red Queen

Autora: Victoria Aveyard

Editora: Seguinte

Número de páginas: 419

Gênero: Ficção: literatura juvenil

39 visualizações
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now