[Resenha] O Lado Mais Sombrio | A. G. Howard

Sinopse:

Alyssa Gardner ouve os pensamentos das plantas e animais. Por enquanto ela consegue esconder as alucinações, mas já conhece o seu destino: terminará num sanatório como sua mãe. A insanidade faz parte da família desde que a sua tataravó, Alice Liddel, falava a Lewis Carroll sobre os seus estranhos sonhos, inspirando-o a escrever o clássico Alice no País das Maravilhas.

Mas talvez ela não seja louca. E talvez as histórias de Carrol não sejam tão fantasiosas quanto possam parecer.

Para quebrar a maldição da loucura na família, Alyssa precisa entrar na toca do coelho e consertar alguns erros cometidos no País das Maravilhas, um lugar repleto de seres com intenções não reveladas. Alyssa leva consigo seu amigo da vida real -- o superprotetor Jeb --, mas, assim que a jornada começa, ela se vê dividida entre a sensatez deste e a magia perigosa e encantadora de Morfeu, o seu guia no País das Maravilhas.

Ninguém é o que parece no País das Maravilhas. Nem mesmo Alyssa...

Nossa protagonista, Alyssa, é uma garota comum... bom, nem tão comum assim, se levarmos em conta que ela ouve os pensamentos de animais e plantas e sua mãe está em um sanatório pelo mesmo motivo... Alyssa tenta ser normal esconde seu "problema" dos outros. Deixando de lado as loucuras, ela ama andar de skate e tem uma quedinha pelo seu melhor amigo, Jeb, que tem namorada.

Mas, será que tudo isso é somente coisa da cabeça dela? Ela está louca? Talvez tudo tenha uma explicação...

Alyssa, para quebrar uma maldição que destrói mulheres da sua família há tempos, tem que ir em busca do País das Maravilhas do livro de Lewis Carroll, cuja inspiração para escrevê-lo foram as histórias da tataravó da própria Alyssa, a Alice; e embarcar em uma jornada.

Ao encontrar informações sobre a Toca do Coelho mencionada no livro, ela vai em busca da salvação, porém está longe de ser uma tarefa fácil. Em uma reviravolta, Jeb acaba indo junto ao País das Maravilhas, que não é nem um pouco parecido com as maravilhas mencionadas no livro de Carrol, ela tem um desafio um tanto perturbador à sua frente, mas pode contar com Jeb.

O País das Maravilhas é um lugar sombrio, cheio de criaturas misteriosas. Dentre elas está Morfeu, o guia de Alyssa. Encantadoramente irritante, incrivelmente perturbador e extremamente convencido, ele a ajudará, ao menos é o que parece, a consertar as coisas.

"--- Agora me escute, Alyssa Victoria Gardner. Normal é algo subjetivo. Nunca deixe que ninguém lhe diga que não é normal. porque pra mim você é, e a minha opinião é a que vale. Entendeu?"

A. G. Howard tem uma narrativa incrível, com uma protagonista que irá crescer muito no desenrolar da trama. Com muita magia, romance e aventuras extraordinárias, O Lado Mais Sombrio, a releitura Dark de Alice no País das Maravilhas, nos traz a história nunca contada, o lado obscuro. O livro é extremamente detalhista, porém não de uma forma cansativa, ele nos surpreende com ambientes exuberantes e selvagens, personagens incríveis e únicos e uma aventura inesquecível. Vale a pena iniciar essa jornada junto à Alyssa e Jeb e desvendar os segredos deste novo mundo. Mas, tome cuidado, o perigo está espreita todos os cantos...


"Um espelho quebrado corta mais do que a pele. Ele corta sua identidade."

Título original: Splintered

Autora: A. G. Howard

Editora: Novo Conceito

Número de páginas: 367

Gênero: ficção




©2019 by Só Mais Um Capítulo. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now